terça-feira, dezembro 03, 2013

Navalha na Carne

Por Jairo Barbosa*


*Devido aos últimos acontecimentos políticos no Brasil,postarei em meu blog um texto de autoria do meu pai antes do texto sobre turismo em Belo Horizonte.


Os escândalos envolvendo membros do PT ocorreram,em sua maioria,após 
o partido ter chegado ao mais alto poder e ter se transformado em um novo 
PMDB (o Partido Meeiro do Brasil),agrupando em suas fileiras políticos
"surfistas" e "paraquedistas",cujo lema é "estar aonde o poder está". O PT 
quebrou de vez dois dos diferenciais que tinha em relação aos demais: 
ideologia e ética.

           


     Fazendo alianças com Deus e com o Diabo,era de se esperar que mais 
dia,menos dia,alguma "bomba" explodiria. Infelizmente, a pior "bomba" da 
história do PT não foi detonada por nenhum "neopetista" deslumbrado com o 
poder,mas sim por "velhos companheiros".

     Nenhum eleitor petista e talvez nem mesmo os "não-petistas" jamais 
imaginariam que o pior escândalo da história do partido tivesse como 
protagonistas dois dos seus mais destacados membros,ambos orgulhosos 
com seus passados de lutas em defesa da democracia, da justiça e da 
liberdade. Afinal,ninguém é perfeito! Estamos sujeitos aos DEMÔNIO$ e às 
TENTAÇÕE$ a que foram submetidos os Srs. Jo$é Dirceu e Jo$é Genoino,mas 
as leis existem e a Justiça julga, liberta ou condena. Quem erra, TEM QUE 
SER PUNIDO,não importa se teve passado glorioso ou não.

      Sou um petista de primeira hora. Botei fé no partido desde a sua criação. 
Pela primeira vez, tínhamos no Brasil um partido oriundo das fábricas,dos 
sindicatos e fundado por trabalhadores e não por simpatizantes das causas 
trabalhistas. Botei fé e não me arrependi,mesmo tendo que "engolir sapos" 
como o Mensalão. Não concordo com a postura do partido e de parte do seu 
eleitorado no que se refere a esse episódio. O escândalo do Mensalão, 
apesar de manchar a história do PT,está dando ao partido a oportunidade de 
limpar essa sujeira e reerguer-se das cinzas; mas,para isso, é preciso passar 
a navalha na própria carne, reconhecendo que dois dos seus membros deram 
passos em falso e a decisão do Supremo Tribunal Federal está correta,ao 
invés de ficarem fazendo manifestações em frente às câmeras de TV e 
penitenciárias em apoio à pessoas que não tiveram escrúpulos nem respeito 
ao partido nem às suas próprias histórias de vida. Quem sabe se,agindo 
assim, o partido consiga resgatar o seu passado, trazendo de volta o velho 
PT ideológico e ético?



                   



PS: Genoino, pare de ficar alegando problemas de saúde para fugir do xilindró. Na hora de botar as mãos na "bufunfa", você alegou algum problema de saúde? Você estava doente? Se você realmente está doente,sabia que a sua doença tem cura. Ela foi provocada pelo vírus da corrupção e a vacina indicada chama-se CADEIA. Doente mesmo está o povo brasileiro,tendo que respirar o ar fétido desse mar de lama.



               





Um comentário:

Diego Guimarães disse...

Em 1992 (aos 10 anos de idade) houve uma simulação das eleições,para que pudéssemos exercer um pouco de nossa cidadania. A escola improvisou urnas, cédulas conforme os eleitores da época faziam.
Me lembro bem que nós crianças tínhamos uma identificação muito grande com o PT, todos só queriam saber do "Lulalá" até pq nossos pais confiavam e apostavam muito no PT e eleição após eleição viam fugir pelos dedos a conquista do poder que sempre caía nas mãos da direita. O sonho dos pais passou para nós, filhos (ou uma boa parte deles) pena que nos últimos anos esse sonho foi transformado em pesadelo,decepção, pesar.